O meu contabilista

O meu contabilista é a frase mais ouvida na boca dos empresários. Como trata o seu?

Nos empresários (sobretudo os micro e pequenos) existe um sentimento de “posse” ou talvez de segurança quando falam dos contabilistas. Isso porque normalmente os empresários não têm conhecimentos de contabilidade, não dominam a fiscalidade, não sabem organizar as suas empresas, nomeadamente, as burocracias “naturais” dos seus negócios. E a palavra chave, qual é?

O meu contabilista resolve

O empresário e a sua vida pessoal

Os empresários não enfrentam dificuldades só na vida empresarial, na vida pessoal têm iguais problemas para resolver, e sabem a quem recorrem? Ao contabilista, dizendo orgulhosamente aos amigos:

  • O meu contabilista, tratou-me da reforma da minha sogra
  • O meu contabilista, ajudou-me na bolsa de estudo da minha filha
  • O meu contabilista, processa-me o recibo de renda de uma casa que tenho arrendada
  • O meu contabilista, calculou-me a mais valia da venda da minha casa
  • O meu contabilista, envia-me todos os anos as guias de IUC dos meus carros pessoais
  • O meu contabilista, [ …. ] e muito mais.

É fácil concluir que existe um aproveitamento claro do contabilista. O contabilista, por vezes, não consegue dizer que não, levando o empresário a dizer: “ eu pago-lhe é para isto”

O meu contabilista (quem é)?

O seu contabilista é certificado, está inscrito na OCC (Ordem dos Contabilistas Certificados) que lhe confere o estatuto e o possibilita de exercer a contabilidade. O seu  contabilista, no respeito pela lei, vai aplicar os princípios e as normas contabilísticas de modo a obter a verdade da situação financeira e patrimonial da sua empresa. 

O seu contabilista tem como principais funções:

  • Planificar, organizar e coordenar a execução da sua contabilidade;
  • Assumir a responsabilidade pela regularidade técnica, nas áreas contabilística e fiscal, da sua empresa; 
  • Assinar, em conjunto consigo (caso seja gerente), as respetivas demonstrações financeiras e declarações fiscais.

Conclusão

O verdadeiro empresário não se serve do contabilista para assuntos pessoais, o verdadeiro empresário, respeita o trabalho desenvolvido pelo contabilista, apresenta-lhe toda a documentação atempadamente, não lhe esconde nada. 

O contabilista é um profissional que tem uma sabedoria acima da média, pela diversidade de matérias que necessita dominar, e pelas constantes formações que frequenta. 

Sr. Empresário, está na hora de dizer: “O meu contabilista ajudou-me a crescer, o sucesso da minha empresa deve-se muito à ajuda que o meu contabilista me deu na área da gestão.”

Pense nisso, o seu negócio é a sua maior riqueza … contrate um bom contabilista e não um criado.

Gostou? Deixe-nos a sua opinião

Pin It on Pinterest