Custos para abrir uma imobiliária

Na hora desenvolver o projeto, é importante perceber antecipadamente alguns dos custos mais relevantes para a abertura e desenvolvimento do negócio em mediação imobiliária.

Custos da Ideia

A ideia é a responsável por uma verdadeira dor de cabeça e noites mal dormidas. Mas, só a ideia não chega, será preciso perceber se existe alguma probabilidade da ideia se poder converter numa boa oportunidade negócio. Assim, um dos primeiros passos (indispensáveis) à criação de um bom negócio de mediação imobiliária será a modelagem e o planeamento através da criação de um modelo de negócio.

O custo financeiro desta primeira fase pode variar muito. Ele vai depender da forma como o estudo de mercado for realizado. Para ter sucesso será necessário ter um bom modelo de negócio e gastar algum dinheiro a prepará-lo.

Custos de constituição da empresa

Os custos de constituição e registo comercial de uma empresa colectiva para mediação imobiliária, são em média de 360€ (utilizando a empresa na hora ou online). Pelos métodos tradicionais poderá chegar aos 500€ (aprovação de nome, escritura, registo, publicação, etc …).

Estes valores são pagos no momento da constituição da empresa, em numerário, cheque ou Multibanco. Se na constituição de sociedades existirem entradas de bens imóveis, móveis ou participações sociais sujeitos a registo, existe uma agravamento dos custos:

  • 50€ por imóvel ou quota social;
  • 30€ por cada bem móvel;
  • 20€ por motociclo ou ciclomotor, de cilindrada não superior a 50 cm3, até ao limite de 30.000€.
  • IMT ou outros impostos que se mostrem devidos pela natureza jurídica dos negócios a celebrar

Custos de licenciamento

O custo de uma licença de mediação imobiliária pode ser consultado na Portaria nº 199/2013, de 31 de maio, que a seguir se referem, resumidamente, não substituindo a leitura da Portaria:

  • Licenciamento* – 100 €
  • Registo ** – 50 €
  • Regulação da atividade (anual) – 265 €
  • 2ª via de cartão de representante legal – 25 €
  • Licenciamento com agravamento por falta de pagamento de taxa em pedido anterior – 150 €
  • Licenciamento com agravamento por falta de pagamento de taxa anual de regulação em pedido anterior – 150 €
  • Emissão de certidões ou declarações – 25 €

* Com a emissão da licença de mediação imobiliária e dos cartões dos representantes legais da empresa, para além do pagamento da taxa devida pelo licenciamento (valor fixo de €100), deve ser simultaneamente paga a taxa anual de regulação da atividade (taxa de valor variável), no montante proporcional ao número de meses completos por decorrer até à conclusão do ano civil em curso. A data a considerar para calcular o montante proporcional da taxa anual de regulação, será a data da emissão da guia. 

** À semelhança do referido no parágrafo acima, a taxa final devida pelo registo também é composta por duas parcelas, uma de valor fixo no montante de €50 e outra de valor variável no montante proporcional ao número de meses completos por decorrer até à conclusão do ano civil em curso.

Custos Fixos da atividade

Depois da constituição e licenciamento, está na hora de por em prática o projeto. Dá-se então o início de ativiade e com ele uma série de custos fixos:

  • Arrendamento ou leasing do imóvel (espaço de trabalho)
  • Consumo de electricidade e água
  • Salários e contribuições sociais do pessoal no quadro
  • Formação profissional do pessoal no quadro
  • Seguros da atividade e pessoal no quadro
  • Comunicação e internet
  • Software, sites e Crm
  • Contabilidade
  • Etc …

Custos variáveis da actividade

Ao contrário dos custos fixos, (que são menos suscetíveis de apresentar variações de acordo com o volume faturação) os custos variáveis, são despesas ou gastos que apresentam variações diretamente proporcional ao volume de faturação da imobiliária. Alguns exemplos de custos variáveis:

  • Comissões pagas aos comerciais ou consultores imobiliários
  • Publicidade
  • Divulgação em portais imobiliários
  • Deslocações / transporte
  • Depesas de representação (canais de relacionamento)
  • Despesas com feiras e eventos (canais de comunicação)
  • Etc …

Conclusão

Os custos para abrir uma imobiliária serão sempre diferentes de empresa para empresa. Assim como, só vender imóveis e ganhar as comissões, não vai nunca chegar para ter sucesso …

A saúde financeira de uma empresa de mediação imobiliária, está directamente relacionada com o equilíbrio entre as comissões ganhas (proveitos) e os custos (fixos e variáveis) da empresa. Uma má gestão de custos pode vir a comprometer seriamente o negócio.

Quanto aos custos de constituição e licenciamento, estes, são iguais em todas as empresas.

 

    • Nélida
    • 25 Abril, 2020
    Responder

    Muito bom artigo! Parabéns!

      • Amilcar Lopes
      • 29 Abril, 2020
      Responder

      Obrigado Nélida 👌👍

    • Obrigado
    • 12 Fevereiro, 2020
    Responder

    Boa tarde estou como Consultora numa imobiliária vai fazer algum tempo já fiz bastantes angriacoes gosto muito do meu trabalho, estou a pensar em abrir uma imobiliária será que posso, ou tenho que fazer alguma formação especial além da que fiz quando entrei nesta empresa tenho 57 anos a idade é um limite, gostaria de saber o vosso feedback obrigado

      • Amilcar Lopes
      • 13 Fevereiro, 2020
      Responder

      Bom dia Maria,
      Obrigado pelo seu comentário.
      Para abrir uma imobiliária é muito simples e apesar de ser uma atividade regulada, não existe qualquer obrigação de formação específica.
      Trabalhar como consultora ou ter a sua própria imobiliaria, não é a mesma coisa (mesmo que pareça). Como consultora deve preocupar-se com os “negócios dos outros” dos quais ganha comissões. Como dona de uma empresa de mediação imobliária, vai preocupar-se com o seu próprio negócio que lhe dará certamente muitas dores de cabeça.
      Deve ponderar muito bem.
      Sugiro a leitura do seguinte artigo que lhe dará uma imagem aproximada das tarefas de um empresário nesta área: https://contaonline.pt/imobiliaria/como-criar-uma-empresa-mediacao-imobiliaria/

    • Waleria Carvalho
    • 3 Janeiro, 2020
    Responder

    Tenho uma imobiliária no Brasil aberta com um CNPJ e Creci jurídico como pessoa individual ,quero saber qual seria meus custos para morando em Portugal abrir uma neste mesmo padrão.

      • Amilcar Lopes
      • 3 Janeiro, 2020
      Responder

      Obrigado Waleria pelo seu comentário.
      Atualmente, em portugal não existe qualquer tipo de curso ou formação obrigatórios, para poder abrir a sua própria imobliária.
      Os custos principais estão descritos neste artigo.

    • M.Oliver Ferr
    • 13 Agosto, 2019
    Responder

    Gostei.
    Preciso só de saber se posso exercer a actividade como trabalhador independente ou se existe obrigatoriedade/preferência em me colectar como unipessoal, e se me é permitido trabalhar a partir de casa para começar.
    Melhores cumprimentos,
    M.Oliver Ferr

      • Amilcar Lopes
      • 13 Agosto, 2019
      Responder

      Obrigado pelo seu comentário.
      Pode exercer a sua atividade de mediação imobiliária como empresário em nome individual sem qualquer problema. A problemática ENI/UNIPESSOAL diz respeito simplesmente a parte fiscal e segurança jurídica do empresário [ver AQUI a diferença »»»].
      Para se legalizar com licença AMI terá que ter um espaço de trabalho/atendimento ao publico, independente da sua residência de habitação.

    • Filipe Morais
    • 18 Julho, 2019
    Responder

    Muito obrigado pela informação disponibilizada.

      • Amilcar Lopes
      • 18 Julho, 2019
      Responder

      Obrigado Filipe pelo comentário. Só queremos ajudar para que os empresários tenham sempre e só, negócios de sucesso.

    • Miguel
    • 14 Outubro, 2018
    Responder

    Gostei.

    Obrigado.

      • Amilcar Lopes
      • 14 Outubro, 2018
      Responder

      Obrigado Miguel. A nosso objectivo é ajudar.

Gostou? Deixe-nos a sua opinião

Contabilidade para a sua Imobiliária

"100% Online"

Quer Abrir Uma Imobiliária?

Pin It on Pinterest