Para um restaurante de sucesso controla bem o food cost!

O food cost controla os gastos variáveis de um restaurante e é o principal responsável para o fracasso ou sucesso dos negócios.

Nos restaurantes, as margens do negócio, são por norma bastante baixas, sendo por isso um desafio para qualquer empresário ter um restaurante de sucesso. 

Na restauração existem 3 tipos de gastos: com pessoal, com o espaço em si e gastos com a matéria prima (alimentos e bebidas). Temos um artigo a falar de gastos de um restaurante, dá uma “vista de olhos” aqui »»

A grande dificuldade dos empresários está nos gastos variáveis, sobretudo nas matérias-primas, alimentos e bebidas.

Como conhecer e controlar esses gastos?

O food cost como ferramenta para controlar os custos na restauração!

O que é o Food Cost?

O Food Cost, ou custo dos alimentos, refere-se à percentagem das vendas que é gasta na compra de ingredientes para preparar as refeições vendidas num restaurante. Este cálculo é fundamental para compreender a rentabilidade de cada item do menu. O Food Cost é calculado dividindo o custo dos ingredientes pelo preço de venda do prato e multiplicando o resultado por 100 para obter a percentagem.

Benefícios do controle de food cost!

  1. Maximização de lucros: ao entender e controlar o Food Cost, os gestores podem ajustar preços e receitas para maximizar os lucros.
  2. Redução de desperdícios: um monitoramento rigoroso dos gastos, ajuda a identificar e minimizar desperdícios de ingredientes.
  3. Planeamento preciso: permite um planeamento mais preciso das compras, evitando excessos ou faltas de stock.
  4. Melhoria da qualidade: com uma gestão eficiente, é possível manter a qualidade dos pratos sem comprometer os custos.
  5. Decisões informadas: proporciona dados concretos para a tomada de decisões estratégicas, como promoções, alterações no menu ou ajustes de preços.

Como aplicar o Food Cost?

  1. Inventário regular: realizar inventários regulares para monitorizar o uso dos ingredientes e identificar discrepâncias.
  2. Cálculo preciso: calcular o Food Cost para cada prato do menu. Isto envolve a soma do custo de todos os ingredientes usados em cada prato.
  3. Ajuste de preços: analisar os resultados e ajustar os preços dos pratos, se necessário, para garantir margens de lucro adequadas.
  4. Monitorização contínua: acompanhar constantemente os custos e realizar ajustes conforme mudanças nos preços dos ingredientes ou nas preferências dos clientes.
  5. Formação da equipa: formar a equipa de cozinha e atendimento para a importância do controlo de custos e métodos para minimizar desperdícios.

Por que é necessário usar o Food Cost na gestão de negócios da Restauração?

  1. Sustentabilidade financeira: manter o Food Cost sob controlo é crucial para a saúde financeira do restaurante. Gastos descontrolados podem rapidamente levar a prejuízos.
  2. Competitividade: num mercado competitivo, oferecer preços atrativos sem comprometer a qualidade é essencial. O Food Cost ajuda a encontrar esse equilíbrio.
  3. Análise de desempenho: fornece uma métrica clara para avaliar o desempenho financeiro do restaurante e identificar áreas de melhoria.
  4. Fidelização de clientes: com um controlo eficiente dos custos, é possível oferecer pratos de qualidade a preços competitivos, aumentando a satisfação e fidelização dos clientes.
  5. Adaptabilidade: em tempos de flutuação nos preços dos ingredientes, o controlo de Food Cost permite que o restaurante se adapte rapidamente, mantendo a sua lucratividade.

Conclusão

O controlo de Food Cost é uma prática essencial para a gestão eficaz de qualquer restaurante.

Ele não só ajuda a maximizar lucros e reduzir desperdícios, mas também melhora a qualidade dos pratos e a satisfação dos clientes. Implementar um sistema de controlo de Food Cost rigoroso pode parecer trabalhoso, mas os benefícios superam amplamente o esforço necessário.

Para qualquer gestor de restaurante que deseja garantir o sucesso a longo prazo, entender e aplicar o conceito de Food Cost é uma peça-chave da estratégia de negócios.

Como está o teu restaurante? Já aplicas o Food Cost?

Gostaste? Deixa-nos a tua opinião