O seu negócio correu mal? De quem é a culpa?

Se o seu negócio correu mal ou está em grandes dificuldades, saiba que a culpa é toda sua. Não vale a pena arranjar culpados ou vitaminizar-se, a culpa é mesmo sua e só sua.

“ Ai Jesus, … não tenho sorte nenhuma”. Nem tudo é mau, pelo menos, como empresário, vai conseguir aprender com os erros.

Correu mal. Porquê?

Se a empresa não está no caminho certo, descubra o porquê. Quando idealizou o negócio com certeza que planeou como e qual seria o melhor funcionamento do mesmo, agora basta analizar ponto a ponto e perceber onde está a deficiência. Ou será que não planeou nada e lançou-se como se de um jogo se tratasse ?!!

O que fez para mudar?

Quando descobriu que o seu negócio não iria dar certo, o que fez para o mudar? Provavelmente, não fez nada. Esperou que um milagre acontecesse. Infelizmente é um ponto comum na grande maioria dos pequenos e médios empresários.

Saberia mudar a direcção do negócio?

Vamos admitir que depois de verificar que a empresa não iria dar certo e de identificar a origem do problema, continuou na direcção errada? Porquê? Provavelmente porque como empresário não sabia fazer melhor e não teve a humildade suficiente para pedir ajuda. Será? … Ser empresário implica muito conhecimento.

E os seus concorrentes?

E os seus concorrentes, estão a ter sucesso? Se sim, fez alguma análise de como eles estão a trabalhar? Provavelmente não. Os concorrentes, em qualquer negócio, não são inimigos uns dos outros, são sim uma boa fonte de conhecimento. Através do sucesso de um concorrente, o empresário pode estudar a replicar as boas práticas de gestão com que esse concorrente trabalha e assim conseguir também ter sucesso. Mas cuidado, não basta somente copiar a montra do concorrente!

E a contabilidade?

Quando se deparou com o fracasso do negócio, o que diziam os números da sua contabilidade? Não diga nada, eu sei a resposta. Nem sequer quis saber da contabilidade ou então a contabilidade estava de tal maneira “fabricada” que não deu para perceber nada. Acertei ?

Sabe analisar os números do seu negócio?

Consegue analisar os números do seu negócio? Muitos pequenos e médios empresários não percebem nada de números nem de contabilidade. O pior, é quando o contabilista percebendo que as coisas não estão no bom caminho e tentam ajudar (muitas vezes de forma gratuita) ainda são “insultados” e completamente ignorados. O empresário é o dono da verdade, então, deixá-lo seguir. Digo eu …

Quantas vezes por ano reúne com o contabilista?

Nenhuma (é provavelmente a sua resposta ) e depois, diz: “o contabilista não me avisou”, ou então, reúne-se no final do ano ou no início do próximo ano, para analisar o ano que acabou de terminar. Mas, não chega, é tarde demais para se tomar decisões e por consequência a empresa vai apresentar balancetes que envergonham qualquer excelente empresário..

Conclusão

A sua empresa está mal?  Hipoteses:

  1. Sente-se, descanse, não faça nada, ela está no caminho certo para a falência
  2. Peça ajuda, poderá ainda ter tempo para a salvar

Seja humilde, peça ajuda

É muito importante conhecer todas as vertentes do negócio nomeadamente os números. São eles que falam com o empresário, que lhe dizem para onde ele deve caminhar. Não vale a pena resistir. Se não se conhecer os números, não se conhece o negócio e a tomada de decisões está comprometida.

Precisa de ajuda? [clique aqui]

Gostou? Deixe-nos a sua opinião

Pin It on Pinterest